Número de casos suspeitos de intoxicação por cerveja sobe para 21

A principal suspeita é de que a contaminação se deu por dietilenoglicol




Reprodução

Nesta segunda-feira, 20, a Secretaria de Saúde de Minas Gerais confirmou que 21 casos suspeitos de intoxicação por dietilenoglicol já foram notificados. Até agora, 4 casos foram confirmados com a intoxicação e 17 estão sob investigação.

4 pessoas morreram, 3 das mortes estão entre os 17 casos investigados. Umas das mortes, um homem que faleceu em 7 de janeiro, teve a contaminação confirmada. A ingestão de dietilenoglicol pode provocar a síndrome nefroneural e levar a insuficiência renal aguda e alterações neurológicas, como paralisia facial, embaçamento ou perda da visão, entre outros sintomas.

A substância estava presente em cervejas produzidas pela cervejaria Backer. O monoetilenoglicol não deve entrar em contato com o produto, o que acabou acontecendo. A substância é usada para resfriamento, mas a cervejaria afirma que não usa o dietilenoglicol em seu processo produtivo .

As substâncias teriam sido encontradas inicialmente na cerveja Belorizontina, que é vendida como Capixaba no Espírito Santo. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento confirmou a presença de substâncias tóxicas em outras cervejas produzidas pela Backer: Capitão Senra, Pele Vermelha, Fargo 46, Backer Pilsen, Brown e Backer D2.

Depoimentos

De acordo com Agência Brasil, a Polícia Civil de Minas Gerais colheu depoimentos de parentes de pessoas intoxicadas. Três testemunhas têm parentesco com pessoas hospitalizadas e uma é parente de uma falecida.

O delegado Flávio Grossi, que preside o inquérito, encaminhou à Justiça, o pedido para a exumação do corpo da mulher que teria sido a primeira vítima da intoxicação. Ela morreu em 28 de dezembro, ou seja, antes da detecção da substância nas cervejas.

A polícia voltou hoje à fábrica da Backer, em Belo Horizonte, para tirar dúvidas sobre o processo de produção da cerveja. Os agentes levaram mais amostras para análise. “Insta ressaltar que a empresa cooperou com os trabalhos, como tem sido desde o início das investigações”, diz nota divulgada pela polícia.

A empresa que fornece monoetilenoglicol para a Backer também foi procurada, e amostras da substância foram recolhidas.

Com informações da Agência Brasil

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Rayssa Leonel
Carregar Mais Em Saúde

Sobre Rayssa Leonel

Graduada em Jornalismo pela UFCA - Universidade Federal do Cariri. Pesquisadora e caririense bem orgulhosa.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

  • Programação de Blocos, informações úteis e dicas de saúde: tudo isso no nosso site! Confere lá
Link na bio 
#blocodecarnaval #carnaval #carnaval2020
  • Concentração do Desfile das Virgens no Crato.
#carnaval #cariri
  • VIVA O INCRÍVEL MAIS UMA VEZ 
24.02 | Segunda de Carnaval
VÉSPERA DE FERIADO
Carnaval das Cores 2020
📍Disco Point Kariri 
POP 🧚🏽‍♀ TRANCE 🧚🏽‍♀ FUNK 🧚🏽‍♀ TRIBAL 🧚🏽‍♀ BREGA FUNK

Ingressos antecipados:
Loja Ferrovia Cariri Garden Shopping
Ou Delivery (88) 99773-3043
  • Crato - CE 16/02/20
  • Os premiados do Oscar:
Parasita, Coringa e 1917 estão disponíveis nas salas da @orientcinemas do @caririgardenshoppingoficial 
Veja os horários no nosso site, link na Bio!

#cinema #oscar #coringa #joker #movie #parasite #1917movie #cariri
  • Paredão formado: @felipeprior e @hadsonnery_oficial 
Quem fica?
#bbb #bbb20 #paredao
  • Quatro indicados ao paredão dessa semana em novas configurações movimentam o jogo.
Quem você elimina?
#bbb #redebbb #paredao
  • A final do tradicional jogo de futebol americano acontecerá neste domingo (02/02) em Miami

#jlo #superbowl #shakira

Siga-nos!