Erro do Governo provoca aumento nas tarifas de luz

A intenção da Aneel é cobrar imposto sobre a geração distribuída. Ou seja, a agência reguladora pretende taxar o Sol.




Erro do Governo provoca aumento nas tarifas de luz

Foto: Joedson Kelvin

Em maio deste ano a Agência Nacional de Energia (Aneel), fez o reajuste dos valores das bandeiras tarifárias, sendo: 50% na bandeira amarela e 33,33% na bandeira vermelha.

Em dezembro de 2017, o Governo Federal promoveu um leilão de energia A-6 (para entrega em seis anos).  Ao longo dos 30 anos que irá durar o contrato, isso significa uma montanha de dinheiro do tamanho de R$ 40 bilhões.

Ainda desse certame, participaram projetos de duas termelétricas do Rio de Janeiro por cuja energia, gerada até 2023, o Governo pagou 116% a mais do que pagou pelo preço da energia dos projetos eólicos dos estados nordestinos que também tomaram parte desse leilão. 

A providência é só mais uma da Aneel para cobrir o rombo causado “pelo erro da compra de energia no leilão de 2017”, explicou para o Diário do Nordeste o engenheiro cearense Fernando Ximenes, dono da Gram Eollic, empresa especializada no tema.

“Todos nós, brasileiros, já estamos pagando e teremos de pagar ainda mais nos próximos anos, caso não venhamos a produzir a nossa própria energia elétrica – solar ou eólica.O desligamento das usinas térmicas – cujos custos de operação são elevados – ou a anulação do aumento das bandeiras tarifárias” , relata.

“E mesmo que as barragens de todas as hidrelétricas brasileiras – as da Chesf no meio – estejam 100% cheias, continuaremos a pagar reajustes anuais na conta de energia, e isso é produto do lobby das distribuidoras junto à Aneel”, disse Ximenes. 

Absolar quer extensão para prazo de análise

A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), que reúne as empresas que atuam na geração de energia solar, quer uma extensão de prazo para análise e contribuições referente à proposta de mudança regulatória da geração distribuída no Brasil, publicada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no último dia 15 de outubro.

A intenção da Aneel é cobrar imposto sobre a geração distribuída que resulta com o aumento das bandeiras tarifarias . Ou seja, a agência reguladora pretende taxar o Sol.

Em ofício protocolado na agência reguladora no dia 16 de outubro deste ano, a Absolar cobrou o processo de Consulta Pública (025/2019, Aneel) pedindo para garantir condições para que os setores impactados com uma eventual alteração regulatória tenham prazo suficiente para analisar o documento proposto pelos reguladores, bem como para trazer contribuições técnicas aprofundadas ao novo modelo, dada à alta complexidade do tema.

prazo proposto pela Aneel é de apenas 45 dias, e na visão da Absolar o tempo é inadequado para uma análise técnica satisfatória e aprofundada sobre a revisão regulatória e seus possíveis impactos na sociedade e nos mercados. Assim, a entidade defende um prazo de, no mínimo, 90 dias para o processo de consulta pública.

A entidade alerta para a necessidade de se criar condições de ampla participação da sociedade brasileira no debate regulatório, com a realização de ao menos uma audiência pública presencial em cada região do País (Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul), já que a agência o restringiu a apenas um encontro presencial em Brasília no dia 07 de novembro, tempo insuficiente para envolver os consumidores com geração distribuída localizados em mais 70% dos municípios brasileiros.

Segundo análise preliminar da Absolar, embasado no documento publicado pela agência reguladora sobre a Resolução Normativa 482/2012, a proposta traz um grande desequilíbrio para o consumidor e para as empresas do setor em relação a distribuição de energia.

Pela proposta, o consumidor compensaria apenas a parcela da energia elétrica gerada, o que equivale a cerca de 40% da tarifa de eletricidade. Sendo assim, os outros 60%, que hoje são compensados pela geração distribuída, passariam a ser pagos na conta de luz de quem faz a troca de energia com a rede.

  • Erro do Governo provoca aumento nas tarifas de luz
    Política

    Erro do Governo provoca aumento nas tarifas de luz

    A intenção da Aneel é cobrar imposto sobre a geração distribuída. Ou seja, a agência reguladora pretende taxar o Sol.
Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por iarameneses
Carregar Mais Em Política

Sobre iarameneses

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

  • As inscrições para a prova  ocorrem de 11 a 22 de maio. Os candidatos poderão pedir a isenção da inscrição e justificar a ausência nas provas do ano passado no site do Inep entre os dias 6 e 17 de abril.

Saiba mais sobre a inscrição acessando o link na bio.

#fooba #brasil #inep #enem #inscricao
  • Enquanto a segunda parte da quarta temporada de Rick and Morty não estreia, o Adult Swim divulgou um curta inédito da animação. "Samurai & Shogun" leva os dois protagonistas ao Japão feudal e mostra uma batalha com muito sangue e portais. 
Confira o vídeo com legenda em inglês acessando o link na bio.

#rickandmorty #fooba #gironerd #gekk #cultura
  • Os projetos selecionados irão compor uma programação em plataformas digitais no período de abril a junho de 2020. Cada projeto irá receber  R$ 2.500,00. As inscrições são online e gratuitas e vão até o dia 10 de abril.

Saiba mais sobre o edital acessando o link na bio.

#fooba #cultura #festival #secult
  • A medida contemplará as famílias que consumirem até 100 quilowatts (kW) por mês. A lei deverá ser encaminhada à Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (AL-CE) para aprovações finais.

Saiba mais acessando o link na bio.

#coronavirus #ceara #saude #coronavirus
  • Scott Derrickson, diretor do primeiro filme do Doutor Estranho, usou suas redes sociais para pedir que as pessoas fiquem em casa com uma paródia ao clássico cartaz do Tio Sam.

Saiba mais acessando o link na bio.

#coronavirus #marvel #fooba #geek #gironerd
  • Bob Dylan surpreendeu o público no Twitter ao disponibilizar a primeira faixa dele em oito anos. “Murder Most Foul” é uma música de 17 minutos sobre o assassinato do presidente John F. Kennedy em 1963.

Ouça a música e saiba mais sobre ela no link na bio. 
#music #BobDylan #Dylan #lançamento
  • O texto do projeto prevê o pagamento para trabalhadores informais e  microempreendedores individuais (MEI). Poderão ser pagos até dois benefícios por família.

Saiba mais sobre o benefício acessando o link na bio. 
#fooba #brasil #coronavirus #politica #beneficio
  • Um dos jeitos de permanecer perto da arte e da cultura é acompanhando "Tudo em Casa". O  novo projeto do Sesc permite que a instituição continue nos oferecendo entretenimento e conhecimento.

Saiba mais sobre o festival acessando o link na bio.

#fooba #cultura #sesc #quarentena #coronavirus #musica

Siga-nos!