Classes A e B voltam a crescer; menos favorecidas permanecem estáveis
As famílias das classes mais ricas possuem renda per capita igual ou superior a R$8.159.